Santos faz nova tentativa para não
Santos faz nova tentativa para não

Santos faz nova tentativa para não “perder” o lateral Zeca

O Santos fez nesta sexta-feira uma nova tentativa para reverter a liberação de Zeca na Justiça do Trabalho. O advogado Maurício Corrêa da Veiga entrou com um agravo regimental para buscar a reconsideração do habeas corpus ao lateral-esquerdo.

Na última quarta-feira, o Peixe teve um recurso negado. O clube alega que cumpriu com todas as obrigações contratuais e exige o pagamento da multa rescisória (R$ 50 milhões) para liberar o jogador. Zeca está apalavrado com o Flamengo.

? Zeca pede a rescisão indireta, o que quer dizer que o clube não cumpriu com as obrigações devidas. Por isso, o atleta se diz no direito de pedir a justa causa. O clube se defende com as obrigações contratuais cumpridas. Ainda não houve sequer uma audiência no processo principal. Cláusula indenizatória ocorre nos casos onde o atleta dá margem à ruptura antecipada do contrato de trabalho. Por isso, o Santos pede para, se o atleta for liberado, o valor de R$ 50 milhões ser depositado em juízo. A decisão que liberou o atleta é temerária. Por isso, o Santos não pode admitir ? explicou Maurício Corrêa da Veiga, ao GloboEsporte.com.

imagem01-01-2018-21-01-58

Enquanto o departamento jurídico do Peixe e os representantes do lateral brigam na Justiça, as diretorias de Santos e Flamengo iniciam a negociação por um acordo. Os clubes entendem que é possível resolver a situação do lateral-esquerdo antes da audiência na Justiça do Trabalho, marcada para abril.