Alvo do Corinthians, Willian pode ter o contrato rescindido pelo Arsenal, diz jornal inglês

10
Alvo do Corinthians, Willian pode ter o contrato rescindido pelo Arsenal, diz jornal inglês
Alvo do Corinthians, Willian pode ter o contrato rescindido pelo Arsenal, diz jornal inglês
Publicidade

Fora dos planos do técnico Mikel Arteta, Willian agora é um problema que o Arsenal, da Inglaterra, tem pressa para resolver devido à necessidade de limpar a folha salarial após altos investimentos no mercado da bola. O Corinthians já fez contato com o meia-atacante e espera uma decisão para avançar na contratação.

De acordo com o jornal “Daily Mail”, da Inglaterra, o jogador de 33 anos ficou de fora dos planos dos Gunners devido a um papo com o diretor Edu Gaspar (ex-Corinthians) e o técnico Mikel Arteta. Ele afirmou que não viu futuro no projeto do clube londrino para a temporada 2021/2022 após também não ter ido bem em seu primeiro ano na equipe.

Publicidade

Assim, Arteta definiu que Willian não faria mais parte do elenco do Arsenal. Afinal, o clube precisa de nomes engajados em fazer o máximo para ajudar em campo ao longo da temporada.

Sabendo da história, o Corinthians entrou em contato com o empresário Kia Joorabchian, ex-MSI, para saber as condições de negócio pelo jogador e deixou claro qual seria o seu limite financeiro caso o meia deseje voltar ao Brasil.

A reportagem diz que Willian prioriza seguir na Europa pelo desejo de esposa e filhos, mas viu com bons olhos o interesse do Corinthians e sabe que seu pai gostaria de vê-lo jogar no time do coração após ter atuado muito pouco na temporada de 2007.

“Se fosse depender do pai dele, ele vinha para o Corinthians”, disse Severino Vieira da Silva, pai de Willian, ao Arena SBT, na última segunda-feira (23).

Como a janela de transferências fecha no final do mês, Willian e seus agentes devem buscar equipes no Velho Continente para viabilizar uma transferência. Se não houver boas oportunidades, as chances do Timão ficam mais reais pelo fato de faltar apenas um ano para a Copa do Mundo do Catar.

O meia-atacante tem mais dois anos de contrato com o Arsenal e vencimentos na casa de 100 mil libras (R$ 730 mil) por semana. A ideia dos Gunners é emprestá-lo com o interessado pagando 100% do salário. Porém, até uma rescisão de contrato não é descartada pelos ingleses para ganharem um fôlego financeiro.

A pressa do Arsenal se resume a necessidade de limpar o caixa após gastar 130 milhões de libras (R$ 949 milhões na cotação atual) na janela de transferências.

Willian deixou o Corinthians em 2007, aos 18 anos, para defender o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Em 2013, se transferiu para o Anzhi, da Rússia, e, no mesmo ano, chegou à Inglaterra, ao Chelsea, onde ficou até 2020. Desde então, é jogador do Arsenal.

Publicidade