Em live do Corinthians, Ivan Moré diz acreditar em Roger Guédes e Willian juntos no Timão

50
Em live do Corinthians, Ivan Moré diz acreditar em Roger Guédes e Willian juntos no Timão
Em live do Corinthians, Ivan Moré diz acreditar em Roger Guédes e Willian juntos no Timão
Publicidade

Convidado do Corinthians para apresentar uma live nos canais oficiais do clube, na noite da última quarta-feira (25), o jornalista Ivan Moré quebrou o protocolo e comentou sobre as possíveis chegadas de Róger Guedes e Willian.

O apresentador afirmou que crê na possibilidade da contratação de Willian e Roger Guedes para defender o Corinthians em 2021.

Publicidade

“Não posso garantir nada para vocês, porque não é nada oficial ainda. Mas eu acho que Willian e Roger Guedes vão fazer parte desse time. Está perguntando para mim? O que eu acho? Eu não posso confirmar nada, mas estou achando que pode rolar, sim. Está em negociação. O que eu posso antecipar é que o Roger Guedes já rompeu com o time da China e está em negociação. Essa semana, eventualmente, teremos algumas informações interessantes”, afirmou.

Uma reunião entre Corinthians e o empresário de Róger Guedes, Paulo Pitombeira, na noite de ontem, aparou as arestas em aberto da primeira conversa sobre proposta contratual, como salário, luvas e até mesmo divisão do percentual dos direitos econômicos.

Tudo indica que o atleta de 24 anos aceitou as condições por ter apagado todas as fotos dos tempos de Palmeiras nas redes sociais. Ele está livre no mercado após a confirmação da rescisão contratual com o Shandong Taishan. Tanto o clube como o jogador publicaram nas redes sociais mensagens de despedida.

Já o desejo do Timão por Willian é tratado com mais cautela pela diretoria alvinegra. Fora dos planos do Arsenal, da Inglaterra, o meia-atacante tem uma oferta alvinegra em mãos e analisa se seguirá na Europa ou irá voltar ao Brasil.

Na última terça, o pai do jogador, Severino Vieira, comentou em entrevista que Willian tem propostas para permanecer no futebol europeu, mas ressaltou a vontade sua e do filho de vê-lo encerrando a carreira no Corinthians.

Publicidade