Barbieri revela tática para neutralizar Flamengo e responde Renato Gaúcho: “É uma falta de respeito com o torcedor”

3
Publicidade

Na última quarta-feira (06), o Flamengo empatou por 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto Renato Gaúcho apontou o resultado pela falta de entrosamento da equipe rubro-negra, o técnico adversário, Mauricio Barbieri, discorda e coloca o Mais Querido como superior a 90% dos clubes brasileiros.

— Vir falar sobre um Flamengo desfalcado é até uma falta de respeito com o torcedor, né? Porque olha a equipe que entrou em campo, olha os jogadores que estavam do outro lado. São jogadores que jogariam, provavelmente, em 90% dos clubes do Brasil. Uma grande equipe, é lógico que talvez não fossem as primeiras opções, mas a gente enfrentou um grande adversário e fez um grande jogo.

Publicidade

Além disso, Barbieri revelou a tática para dificultar a partida para o Flamengo. O técnico optou por uma mudança no ritmo de jogo para que o Bragantino conseguisse atuar com mais liberdade no campo e, com isso, atrapalhar o esquema do Rubro-Negro.

— A gente sabe que o Flamengo é uma equipe que gosta de trazer o jogo para um ritmo que se sentem confortáveis, que não seja lento, mas uma cadência um pouquinho abaixo do que a gente está acostumado a jogar. Precisávamos imprimir intensidade pra gerar ritmo e desconforto neles. O gol que a gente sofre é num erro nosso.

Mantendo o foco no Campeonato Brasileiro, o Flamengo se prepara para encarar o Fortaleza, no sábado (09), às 19h (horário de Brasília), na Arena Castelão, pela 25ª rodada da competição. O Rubro-Negro é o vice-líder, com 39 pontos, assim como o Tricolor Cearense, que ocupa a quarta posição, atrás do Palmeiras, que possui a mesma pontuação.

Publicidade