Bragantino acredita que Natan, ex-Flamengo, será uma das referências da equipe

5
Bragantino acredita que Natan, ex Flamengo, será uma das referências da equipe
Bragantino acredita que Natan, ex Flamengo, será uma das referências da equipe
Publicidade

Natan em ação pelo Flamengo no Maracanã (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

De joia do Ninho do Urubu a reforço com status de jogador de primeira linha, Natan é visto pelo Red Bull Bragantino como uma espécie de “divisor de águas” para seu emergente projeto, seja dentro ou fora de campo.

Publicidade

Contratado junto ao Flamengo, o zagueiro de 20 anos simboliza um novo patamar para o clube do interior paulista, que avalia o negócio como positivo em diversos pontos. Os diretores levam em conta diferentes aspectos, como o impacto técnico, midiático e também financeiro da negociação, sobretudo por ser tratar de um dos mais promissores jovens lançados pelo time carioca nos últimos anos.

A projeção interna do Bragantino é de que Natan possa assumir o posto de titular absoluto de titular absoluto, para virar uma das referências da equipe. O clube paulista quer, então, acima de tudo, mostrar que a contratação tem como foco principal o rendimento imediato em campo. A ideia é afastar, assim, a ideia de que o time seja mera vitrine para seus parceiros da Europa: o RB Leizpig, da Alemanha, e o Red Bull Salzburg, da Áustria.

A longo prazo, e já pensando no acordo em definitivo ao término do empréstimo, o clube de Bragança Paulista espera ver Natan na seleção brasileira, antes mesmo de uma eventual transferência para o futebol europeu, algo que, logicamente, também está no “plano de carreira” traçado logo no início da negociação, ainda em fevereiro.

Tido como um defensor de muito potencial na Gávea, Natan surgiu bem no Brasileiro do ano passado e fincou pé no elenco principal. Ganhou muito espaço com o técnico Domènec Torrent, mas não foi tão usado por Rogério Ceni, que chegou a improvisar o volante Willian Arão no miolo de zaga na campanha do octa.

Apesar da avaliação do Rubro-Negro sobre o atleta ser positiva, a oportunidade de negócio foi bem vista no clube. Em tempos de vacas magras, a transação alivia um pouco os cofres, que andam mais vazios em dias de pandemia. Sem receitas de bilheteria, com o sócio-torcedor em queda livre e com espaços comerciais vagos no uniforme, o Fla não hesitou em fazer caixa.

Apesar de parte da torcida reclamar dos valores envolvidos, os rubro-negros entendem que a transação atende seus anseios, visto que não há garantia alguma que Natan teria muito espaço, se desenvolveria e se valorizasse. Para garantir a cessão imediata de Natan, no valor de 500 mil euros (R$ 3,3 milhões, na cotação atual), o Red Bull colocou no contrato uma opção de compra de 3 milhões de euros (R$ 20,1 milhões) por 70% dos direitos econômicos.

O jogador já viajou para Bragança Paulista e deve ser anunciado até o fim desta semana. Com a cessão do jovem, Rogério Ceni tem Rodrigo Caio, Gustavo Henrique, Léo Pereira, Noga e Bruno Viana como jogadores de ofício para a posição.

Retirado de: UOL

Publicidade