Dirigente do Flamengo se pronuncia sobre a mudança de nome do Maracanã

47
Dirigente do Flamengo se pronuncia sobre a mudança de nome do Maracanã
Dirigente do Flamengo se pronuncia sobre a mudança de nome do Maracanã
Publicidade

Interior do estádio Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A repercussão da decisão tomada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) em aprovar a mudança de nome do Maracanã é grande. De acordo com a escolha do órgão, o estádio terá seu nome alterado para Edson Arantes de Nascimento – O Rei Pelé.

Publicidade

Dentre os descontentes com a mudança, Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do Flamengo não se agradou com a decisão. O dirigente se posicionou nas redes sociais sobre o assunto e disse que não se pode apagar uma história desta maneira.

“A gente não pode apagar o passado e a história assim. Mario Filho e Maracanã eternos, com todo respeito a quem pense o contrário”, disse o VP em sua conta do Twitter.

Confira a publicação de Dunshee:

O texto aprovado pelos deputados também conta com a nomeação do complexo poliesportivo do Maraca, que consiste no estádio de futebol juntamente com o Maracanãzinho, o parque aquático Júlio Delamare e o estádio de atletismo Célio de Barros, a ser chamado de Complexo Mário Filho, para continuar homenageando o jornalista.

Com a aprovação da Assembleia Legislativa, caso o governador em exercício do estado, Claudio Castro, sancione a proposta, o Estádio Jornalista Mário Filho passará a ser chamado de Estádio Edson Arantes do Nascimento – Rei Pelé.

Ainda tendo o nome do jornalista, o estádio receberá neste fim de semana um dos clássicos do Rio de Janeiro. No domingo (14), Flamengo e Fluminense se enfrentarão pela 3ª rodada do Campeonato Carioca. A partida ocorrerá às 18h (horário de Brasília) e o jogo não será transmitido na TV aberta, podendo ser assistido apenas pelas plataforma de streaming.

Publicidade