Empresa acena com investimento de 1 bilhão de dólares para Nova Liga

0
Publicidade

Um antigo desejo dos clubes brasileiros parece estar ganhando força, isso porque 18 dirigentes de clubes assinaram um termo com a empresa Codajas Sports Kapital, se comprometendo a avançar em assuntos ligados à liga dos clubes.

De acordo com o ‘GE.com’, entre os 20 clubes da Série A apenas Athletico, América-MG, Fluminense, Juventude e Sport ainda não assinaram o acordo. Botafogo e Vasco que estão na Série B, foram outros clubes que assinaram o acordo.

Publicidade

Incialmente a liga dos de clubes foi avaliada em US$ 4 bilhões, a Coadajas afirma ter um acordo firmado com a empresa Advent International, que faz negócios similares no Campeonato Italiano.

Com isso a venda de 25% geraria um investimento de US$ 1 bilhão, e esse valor seria repassado. As cifras serviriam para pagamento de dívidas e reestruturação dos clubes, que acabaram de enfrentar esse cenário de pandemia.

Incialmente as resistências estão vindo dos presidentes do Athletico, Mario Cesar Petraglia e do Fluminense, Mario Bittencourt. Petraglia inclusive brigou com alguns dirigentes, não querendo aderir este acordo.

O projeto é capitaneado pelo advogado Flávio Zveiter e pelo executivo Richard Fort, os dois tem sido responsáveis por realizar a conversa entre os clubes e a empresa.

O acordo foi assinado por alguns dirigentes gera as seguintes obrigações para os clubes:

  • Clubes se comprometem a não vender nenhum direito de transmissão ou comercial relacionado ao Campeonato Brasileiro para o período posterior a 2024, durante os próximos dois meses
  • Clubes concordam em ceder informações necessárias para a realização de um “valuation” (valoração da liga de clubes a ser fundada). Isso determinará a entrada de um parceiro
  • Clubes cedem à Codajas Sports Kapital o direito de cobrir propostas financeiras, por período pré-determinado de um ano, caso concorrentes apareçam com ofertas diferentes
Publicidade