Flamengo decepciona, perde para o Grêmio no Maracanã e se distancia da liderança do Brasileirão

138
Publicidade

Flamengo e Grêmio entraram em campo na noite deste domingo (19), às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã, em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda com alguns desfalques, o o Mengo foi com a força máxima disponível em busca de uma vitória para se manter vivo na briga pelo título. Em noite para esquecer, o Rubro-Negro teve péssima atuação e saiu com derrota no placar. 1 a 0 Grêmio.

O JOGO:

Publicidade

O jogo começou bem truncado, mas com um Flamengo superior ao Grêmio. Apesar da característica de ter a posse de bola para controlar o jogo, o Mengo não fazia pressão na saída de bola e não conseguia criar boas chances. Sem efetividade, a primeira boa oportunidade foi aos nove minutos. Gabigol tabelou com Everton Ribeiro, que devolveu, mas a bola caiu na direita do camisa 9, que furou e não conseguiu concluir a jogada.

Aos 12 minutos, Gabigol, que saía bastante da área pra buscar o jogo, lançou para Vitinho, que finalizou. A bola explodiu na barreira e Everton Ribeiro chutou de primeira, mas mandou para fora. Nesse momento, o Flamengo parecia ter ‘acordado’ após um início devagar, e gerava mais volume ofensivo. Mas a postura durou pouco.

Aos 18, a primeira oportunidade do Grêmio, com Borja, que cabeceou para fora. Apesar de não conseguir abrir o placar, o lance fez o Grêmio gostar do jogo e conseguir pressionar um pouco o Rubro-Negro. E com a intensidade do Tricolor, a atuação de Rodrigo Caio foi destaque. O zagueiro do Flamengo botou o Borja no bolso e impediu boas jogadas.

A reta final foi se aproximando e a partida continuava sonolenta. Após alguns flashes para os dois lados, o jogo voltou a se concentrar no meio e exigiu pouco dos goleiros. Aos 32, outra boa chance pro Fla. Andreas lançou, a bola desviou na marcação e sobrou para Everton Ribeiro, que isolou. Pouco depois, o Mengo voltou a tentar pressionar, mas parou nas defesas de Chapecó.

Nos acréscimos, pressão do Grêmio e primeiro gol do jogo. Depois de ser impedido por Rodrigo Caio durante o jogo inteiro, Bora subiu sozinho entre Léo Pereira e Renê, e cabeceou forte para estufar as redes de Diego Alves. Fim da primeira etapa com confusão na saída de campo e 1 x 0 para o Tricolor.

Sem alterações para a segunda etapa, o Flamengo precisava buscar o resultado para se manter vivo rumo ao título. E logo nos minutos iniciais, jogo paralisado. Everton Ribeiro bateu falta e jogou a bola na área. Na tentativa de cortar, Ruan deu um encontrão com Chapecó, e o goleiro do Grêmio, após atendimento, precisou ser substituído.

Com a bola rolando, o jogo não foi diferente do primeiro tempo. Flamengo não conseguia criar, péssimas atuações de Vitinho e Isla, e o Grêmio, com vantagem no placar, abusava das faltas e não deixava a partida andar.

Aos 19 minutos, substituição dupla no Flamengo. Saíram Vitinho e Everton Ribeiro (que era o único que ainda criava algo) para as entradas de Bruno Henrique e Pedro. Apesar das alterações, a mudança não surtiu efeito e o Fla parecia nem ter entrado em campo. Atrás do placar e sem nenhuma ação ofensiva, Renato só foi tentar algo aos 30, quando mexeu novamente, e tirou Isla e Michael para as entradas de Matheuzinho e Kenedy.

Em noite para esquecer e uma péssima atuação coletiva, o Flamengo conseguiu piorar. Aos 52, Leo Pereira cometeu pênalti e Borja foi na bola, mas Diego Alves salvou! Apesar da defesa, o Mengo decepcionou e perdeu para o Grêmio. Fim de papo no Maracanã, 1 a 0.

 

Publicidade