Flamengo não deve renovar com Diego Alves; saiba detalhes

2217
Diego Alves segue como dúvida no Flamengo
Diego Alves segue como dúvida no Flamengo
Publicidade

TORCEDORES: Por Wilson Pimentel

O goleiro Diego Alves não deve permanecer no Flamengo em 2022. O contrato do arqueiro vence no fim da atual temporada. Ou seja, pode assinar um pré-acordo com qualquer equipe sem que o rubro-negro receba uma compensação financeira por sua transferência.

Publicidade

O Torcedores.com apurou que o empresário do jogador, Eduardo Maluf, vem mantendo sucessivos contatos com o vice de futebol Marcos Braz e o diretor executivo Bruno Spindel. A princípio, o representante deseja estender o vínculo de Diego Alves por mais um ano.

Apesar das conversas frequentes com o agente, os dirigentes tratam o assunto internamente e evitam qualquer tipo de manifestação publicamente. Ainda que seja titular da meta rubro-negra, o camisa 1 não tem convencido tecnicamente.

Ainda segundo apurou a reportagem, a decisão ainda não foi sacramentada pela diretoria do Flamengo. O entendimento atual é de que o custo-benefício de Diego Alves não compensa. Afinal, trata-se de um jogador caro e com baixo potencial de revenda no mercado.

Atualmente, o “pacote” Diego Costa custa cerca de R$ 800 mil mensais. Além do salário, o valor contempla as bonificações previstas no contrato. Nesta temporada, ele sofreu lesões musculares e desfalcou o time em 14 oportunidades.

Vale ressaltar que Diego Alves vem sofrendo lesões importantes desde o ano passado. O camisa 1, por exemplo, disputou 29 das 70 partidas que o Flamengo realizou em 2020. Além disso, viu Gabriel Batista se consolidar com segundo goleiro e o surgimento de Hugo Souza.

Os números de Diego Alves no Flamengo
Contratado pelo Flamengo em 2017, Diego Alves chegou com a missão de solucionar o problema crônico da meta rubro-negra após Alex Muralha, César e Thiago decepcionaram a torcida rubro-negra. Apesar disso, demorou a emplacar uma sequência de jogos devido a uma fratura na clavícula que o tirou de combate por três meses.

No ano seguinte, o arqueiro alternou bons e maus momentos fazendo a diretoria cogitar a contratação de Ivan, da Ponte Preta. Contudo, Diego Alves conseguiu marcar seu nome na história do clube sendo um dos símbolos da nova “Era de Ouro” rubro-negra.

Afinal, Diego Alves conquistou a Recopa Sul-Americana (2020), a Copa Libertadores da América (2019), a Supercopa do Brasil (2020 e 2021), o Campeonato Brasileiro (2019 e 2020), e o Campeonato Carioca (2019, 2020 e 2021). Até aqui, fez 192 partidas pelo Flamengo.

 

Publicidade