Flamenguistas representam mais da metade dos assinantes do Cariocão

25
Flamenguistas representam mais da metade dos assinantes do Cariocão
Flamenguistas representam mais da metade dos assinantes do Cariocão
Publicidade

Em tempos de pandemia, os clubes precisaram ser criativos para gerar receita e suprir parte dos prejuízos causados pela ausência de torcida nos estádios. Além da ausência de público, outro empecilho encontrado pelas equipes foi o valor oferecido pela transmissão dos jogos nos torneios estaduais.

Depois de repensar seus gastos, a Rede Globo abaixou sua oferta pelos direitos de transmissão em TV aberta, fechada e em pay-per-view. Os clubes cariocas não concordaram com a nova proposta e optaram por criar uma plataforma específica para a disponibilização do torneio.

Publicidade

Assim, além da FlaTV+, o Flamengo lucrará também com as assinaturas da torcida rubro-negra com os demais segmentos de transmissão em PPV do Carioca. De acordo com o jornalista Venê Casagrande, até o momento, 63% das vendas do pay-per-view do estadual foram feitas para torcedores do Mais Querido.

Desta forma, é possível que o clube da Gávea lucre mais com os direitos de transmissão fragmentados do que receberia pela emissora global, que renderia R$ 6 milhões ao Flamengo.

Neste contexto, o rubro-negro dá uma pausa do Carioca por alguns dias e foca na decisão da Supercopa, que ocorrerá no próximo domingo (11). A bola rolará para Flamengo e Palmeiras às 11h (horário de Brasília), no Estádio Mané Garrincha.

Publicidade