Governador do Rio veta mudança de nome do Maracanã

44
Governador do Rio veta mudança de nome do Maracanã
Governador do Rio veta mudança de nome do Maracanã
Publicidade

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, seguiu a recomendação da Alerj, que voltou atrás do próprio projeto de lei, para que a mudança de nome do Maracanã de Mário Filho para Rei Pelé fosse vetada. A decisão foi publicada no diário oficial do estado nesta quinta-feira.

A proposta foi recebida de forma negativa para boa parte da população e da imprensa, que alegaram que o estádio deveria continuar homenageando o jornalista que lutou pela sua construção nos moldes como ele ficou famoso no mundo todo: para mais de 100 mil pessoas, o que gerou a alcunha de ‘Maior do Mundo’, o que era fato em 1950, ano de fundação do estádio.

Publicidade

A proposta feita pela Alerj, à época, também causou mal-estar na família do homenageado. O neto de Mário Filho fez um desabafo ao ‘Lance’ e criticou principalmente o deputado estadual e ex-jogador Bebeto (PODE), que foi relator do projeto de lei. Já o neto de Nelson Rodrigues, que era irmão de Mário filho, fez um apelo para que o governador vetasse a decisão, o que foi feito hoje.

Procurado pelo ‘Lance’ após a decisão da Alerj em recomendar o veto, o neto do jornalista Mário Filho comemorou a mudança de postura da Alerj.

— Fez-se justiça. Isso tudo teve seu lado positivo: o quanto o meu avô é reconhecido como o grande homem que foi – disse Mário Neto.

Retirado de: Lance

Publicidade