Jornalista indica interesse do Flamengo em Juan Pablo Vojvoda

423
Publicidade

ANTENADOS NO FUTEBOL: Mesmo estando com chances de títulos em mais de uma competição nessa temporada, o técnico Renato Gaúcho vem sendo cobrado nos últimos jogos, especialmente após a derrota por 3 a 1 para o Fluminense, neste sábado (23), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao ser questionado sobre a avaliação dos primeiros meses de trabalho, deu sinal positivo, aproveitando o que vem sendo feito até o momento.

“Satisfeito pelos problemas que a gente vem tendo. Desfalques de jogadores na Seleção, no departamento médico. Mesmo assim, o Flamengo em três competições. Está na final da Libertadores, temos 90 minutos para colocar o clube em outra final na quarta-feira e estamos brigando no Brasileiro. Está cada vez mais difícil, mas qual clube joga e vence as três competições?”, disse o comandante flamenguista, que completou:

Publicidade

“Temos coisas para melhorar, para corrigir, mas ninguém leva em consideração os problemas que estamos tendo. A gente sabe o que está passando. A cada três dias, o Flamengo tem obrigação de ganhar para ficar vivo nas competições. E nenhum time no mundo disputa três competições ao mesmo tempo e vence as três, é muito difícil. Quem tudo quer, nada tem”, ressaltou, conforme publicou o GloboEsporte.com.

Porém, recentemente, na edição do “UOL Esporte News”, o jornalista Renato Maurício Prado abordou sobre a diminuição de ritmo do Mais Querido nos últimos jogos, afirmando que a diretoria pode já estar discretamente, sonhando um treinador gringo para um futuro próximo, mesmo com Portaluppi acumulando bons números. A ser indagado por Domitila Becker sobre qual seria o “nome ideal” para o comando técnico do rubro-negro, citou o “professor” do Fortaleza.

“Pode ser que eu me engane, mas eu acho que, discretamente, o Flamengo já deve estar sondando o mercado pra ver quem poderia ser um bom treinador estrangeiro. Essa é a pergunta de mil dólares. Tem o Vojvoda, está soltinho aí. Duvido que ele fique no Fortaleza no ano que vem, porque tem muita gente de olho nele, e tem outros técnicos bons. Agora se o Renato ganhar a Libertadores, o que é possível porque é um jogo só e o Palmeiras também não está jogando essa bola toda, aí não tem como tirar né?”, disse RMP.

Publicidade