Natan revela inspiração em Juan, Thiago Silva e Rodrigo Caio

23
Natan revela inspiração em Juan, Thiago Silva e Rodrigo Caio
Natan revela inspiração em Juan, Thiago Silva e Rodrigo Caio
Publicidade

Zagueiro Natan, do Flamengo, com braçadeira de capitão – Foto: Paula Reis

LANCE: Jovem, mas com bagagem de gente grande, Natan iniciou a temporada 2021 como titular e capitão de um Flamengo composto por garotos – e comandado por Maurício Souza – para a disputa das primeiras rodadas do Campeonato Carioca. Na estreia, venceu o Nova Iguaçu por 1 a 0, e o zagueiro destacou a experiência como líder, mesmo aos 20 anos, e a pressão inerente ao clube.

Publicidade

– Pressão existe em todo lugar, principalmente no Flamengo. O nervosismo é comum no atleta que sobe da base para o profissional. Eu tive isso, mas eu tive companheiros que me ajudaram, como Filipe Luis, Rodrigo Caio… Eles me passaram confiança no dia a dia e nos jogos. Como um dos mais experientes no clube (referindo-se ao time da estreia no Carioca), eu, Rodrigo Muniz, Matheuzinho, Gabriel Batista, entre outros, estamos ali para ajudar os companheiros quando eles estiverem nervosos, passar confiança para que eles joguem livremente como jogam na base – disse Natan, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, antes do treino do time no Ninho do Urubu.

– Começar o Carioca com a braçadeira de capitão é meu trabalho que vem evoluindo, isso demonstra que o Flamengo deposita uma confiança grande em mim. A gente tem tudo para continuar firme e forte nesse Campeonato Carioca e ser campeão – emendou.

Natan também respondeu sobre zagueiros que o inspiram, além de realçar a importância de Juan, atualmente ativo no dia a dia do Flamengo (está integrado à comissão técnica de Rogério Ceni), para o processo de adaptação na equipe profissional.

– Juan, claro que já aposentou, Thiago Silva, que é uma das minhas inspirações, e o Rodrigo Caio. – (O Juan) Ajudou bastante, foi um acontecimento muito rápido, eu subi muito rápido. O Juan está todos os dias acompanhando nosso treinamento, do lado de fora do campo, em todos os jogos. Sempre se comunica comigo, o que eu preciso melhorar, aquilo que preciso evoluir. É um cara que sempre vai estar ali para me ajudar, eu tenho como ídolo. Vou estar sempre de braços abertos para acolher qualquer conselho dele.

Na temporada 2020, Natan ganhou espaço sobretudo após um surto de Covid-19 assolar o elenco profissional do Flamengo. Ao todo, somou 15 jogos, sendo 13 como titular, e um gol marcado.

O próximo jogo do Flamengo de Natan será neste sábado, contra o Macaé, pela 2ª rodada da Taça Guanabara. O confronto será no Maracanã, às 18h. Veja outros trechos da entrevista coletiva de Natan:

Parceria com Gabriel Noga
– Eu e Noga jogamos dois ou três anos juntos, sub-17 e sub-20. E é um companheiro que eu já estou bastante habituado em jogar, a gente se completa, é um zagueiro técnico, inteligente, seguro. Se Deus quiser, a gente vai ter muitos anos de parceria no Flamengo ou juntos no elenco do profissional.

A briga por vaga no time titular
– Eu acho que eu tenho que ter a humildade e os pés no chão. Trabalhar firme e forte e estar preparado para as oportunidades vierem e quando o professor Rogério Ceni me chamar.

Publicidade