Renato Gaúcho revela ter tentado levar Pedro e Gabigol ao Grêmio: “Aí o Flamengo entrou na parada e complicou”

59
Renato Gaúcho revela ter tentado levar Pedro e Gabigol ao Grêmio: “Aí o Flamengo entrou na parada e complicou”
Renato Gaúcho revela ter tentado levar Pedro e Gabigol ao Grêmio: “Aí o Flamengo entrou na parada e complicou”
Publicidade
Renato Gaúcho revela ter tentado levar Pedro e Gabigol ao Grêmio: “Aí o Flamengo entrou na parada e complicou”
Renato Gaúcho revela ter tentado levar Pedro e Gabigol ao Grêmio: “Aí o Flamengo entrou na parada e complicou”

COLUNA DO FLA: Às vésperas de se tornar vice-campeão da Copa do Brasil, o Grêmio anunciou oficialmente a renovação de vínculo com Renato Gaúcho até o fim de 2021. Mesmo focado na decisão, o técnico não resistiu e citou novamente o Flamengo durante uma entrevista cedida ao portal UOL Esporte.

De acordo com Portaluppi, a disparidade financeira entre Flamengo e Grêmio foi o principal motivo para tirar o atacante Pedro ”das mãos” da equipe gaúcha. Além disso, Renato ainda revelou uma sondagem a Gabigol quando ele ainda defendia as cores do Santos.

Publicidade

– Eu falei para ele: ‘Quer ir para o Grêmio?’ [em meio a um jogo entre Santos e Grêmio, na Vila Belmiro]. Mas é aquilo que eu falo… O Pedro esteve nas nossas mãos. Mas aí barrou onde? No dinheiro. Quando pega um Palmeiras, um Flamengo, um Atlético-MG, fica difícil. O Pedro, pô, o Pedro a gente ia trazer… Antes do Flamengo ir, a gente se mexeu. Falei aqui, mas quando a gente foi, o Flamengo entrou na parada e aí complicou -, contou.

Desde que chegou ao Flamengo, Gabigol enfrentou o Grêmio de Renato em cinco oportunidades e nunca saiu derrotado – são três vitórias e dois empates. O Tricolor é, inclusive, uma das principais vítimas do camisa 9: são cinco gols marcados até o momento.

Assim como seu companheiro de elenco, Pedro também nunca foi derrotado pelo Grêmio de Renato desde que desembarcou na Gávea. Disputou dois jogos pelo Brasileirão, empatou no primeiro turno em 1 a 1, no Maracanã, e venceu por 4 a 2 no returno, na Arena.

Após ser derrotado no agregado de 3 a 0 para o Palmeiras, ficando com o vice da Copa do Brasil, Renato utilizou o Flamengo como exemplo de supervalorização no futebol ao fazer duras críticas ao sistema: “Aqui no Brasil, infelizmente, ganhou você é bom, perdeu ninguém presta”.

Publicidade