Rodrigo Caio revela sonho de disputar a Copa do Mundo

21
Rodrigo Caio revela sonho de disputar a Copa do Mundo
Rodrigo Caio revela sonho de disputar a Copa do Mundo
Publicidade

Rodrigo Caio na Seleção Brasileira – Foto: Divulgação

BLOG DO ALEXANDRE PRAETZEL: Rodrigo Caio está comemorando o bicampeonato pelo Flamengo, após mais um ano de boas atuações. O zagueiro saiu do São Paulo sob desconfiança e se tornou um dos melhores da posição no futebol brasileiro. Rodrigo Caio acredita que sua regularidade nos desempenhos, o deixaram entre os destaques da posição defensiva.

Publicidade

“É difícil você falar em melhor, ainda mais numa posição tão específica como zagueiro. Você precisa ter várias virtudes para você falar, sou o melhor zagueiro do Brasil. Eu acredito que tenho muitas valências que me capacitam a ser um dos melhores do Brasil. Eu acredito muito nisso. Tenho muita coisa para melhorar como todo jogador de futebol e isso faz te crescer como atleta. Me capacitei para isso. Além de títulos, a minha constância faz me colocar entre os melhores. Em 2019, quando cheguei ao Flamengo, me capacitei a isso, com uma regularidade muito alta e isso é o mais importante no futebol. Acredito que tenho isso”, afirmou, em entrevista à Rádio Bandeirantes, com presença do blog.

Rodrigo Caio também aguarda a próxima convocação da Seleção Brasileira de Tite e espera estar no Catar, com o alto nível apresentado com a camisa do Flamengo.

“É o meu sonho de estar na Copa. Em 2018, duas semanas antes, infelizmente tive uma lesão no pé e acabou me afetando para eu poder disputar até o final com o Geromel, estávamos entre eu e ele. Na última convocação, fui convocado em cinco zagueiros. Contra o Ceará, tive a lesão que acabou me afetando bastante. Sempre digo que esse é meu objetivo de carreira e acredito que se eu continuar em alto nível, como venho jogando há dois anos no Flamengo, a chance é muito alta, sabendo que existem excelentes zagueiros e sempre temos que estar em alto nível”, ressaltou.

Pelo Flamengo, Rodrigo Caio tem 92 jogos e cinco gols marcados. Na Seleção, são cinco presenças entre os convocados.

De férias, depois da conquista da Série A, Rodrigo também mostrou muita preocupação com a pandemia do Coronavírus no Brasil, concordando com o debate sobre uma possível paralisação do futebol.

“Olha, não sabia que aqui no Rio de Janeiro tinha o toque de recolher a partir das 23 horas. A gente está vivendo um caos. Eu mesmo estou acompanhando bastante e minha cidade está uma coisa de louco. Tive que internar meu tio, duas semanas atrás. Ontem, tive que internar minha tia. Se o futebol, de alguma forma, vai prejudicar a saúde das pessoas, a gente tem que parar. Penso que o melhor tem que ser feito para que a gente possa estancar tudo isso que vem acontecendo”, ressaltou.

Publicidade