Rodrigo Muniz marca duas vezes e Flamengo vence o Macaé no Carioca

28
Flamengo joga bem e vence o Macaé no Carioca com dois gols de Rodrigo Muniz   Gávea News
Flamengo joga bem e vence o Macaé no Carioca com dois gols de Rodrigo Muniz Gávea News
Publicidade

Rodrigo Muniz durante o clássico entre Flamengo e Botafogo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Pelo Campeonato Carioca, o Flamengo jogou bem e venceu o Macaé por 2 a 0, com dois gols de Rodrigo Muniz, seus primeiros pela equipe principal do clube. Com um time formado por jovens do sub-20 e alguns “reforços” internos, o Rubro-Negro é o líder do Estadual.

Publicidade

Com a vitória, a equipe comandada por Maurício Souza, técnico dos juniores, manteve os 100% de aproveitamento. Já o Macaé acumulou sua segunda derrota em dois jogos e já liga o sinal de alerta na briga contra o rebaixamento no Estadual.

Experiência conta para jovens do Fla

A equipe recheada de garotos formados no Ninho do Urubu teve como destaque justamente os “jovens mais experientes” em todos os setores do campo. O capitão Nathan, bastante utilizado na última temporada, foi o melhor da defesa rubro-negra. No meio de campo, Hugo Moura e João Gomes, outros dois velhos conhecidos do torcedor fizeram bom jogo. Já no ataque, o brilho foi de Rodrigo Muniz, que teve algumas chances com Rogério Ceni e desencantou, marcando duas vezes e virando o “herói” da partida.

Reforço mais caro de 2020, Michael vai mal

Um dos reforços do time de jovens do Flamengo para o Carioca, o atacante Michael, reforço mais caro do clube para 2020, decepcionou. O jogador de 24 anos puxou contra-ataques, deu dribles e até arriscou boas jogadas, mas esteve longe de se destacar mesmo com o baixo nível técnico da partida.

Fla começa voando, mas perde pênalti

Não era o time de Rogério Ceni e nem o de Jorge Jesus, mas o Flamengo começou a partida a todo vapor. Logo aos três minutos, Michael fez boa jogada e tocou para João Gomes, que pegou de primeira e acertou a trave. A blitz rubro-negra continuou, e na sequência, Rodrigo Muniz recebeu na área e bateu no canto, mas a defesa do Macaé salvou em cima da linha. O gol parecia maduro, ainda mais quando Pepê chegou na frente de Milton Raphael em enfiada de bola e foi derrubado pelo goleiro. Na cobrança, entretanto, o meia parou na trave.

Macaé aproveita queda e equilibra

O pênalti perdido foi um balde de água fria no ímpeto do Flamengo. Os jovens comandados por Michael e Matheuzinho não tinham má atuação, mas passaram a errar mais passes e a ceder mais espaços ao Macaé. Aos 13, Pedro Costa fez grande jogada e cruzou para Lopeu, que bateu com força, mas parou em Matheuzinho, dentro da pequena área. A partir daí, a equipe da Região dos Lagos passou a incomodar em contra-ataques.

Rodrigo Muniz desencanta e abre placar

O problema é que o time de Eduardo Allax atacava com muita gente e falhava na recomposição. Assim, o Flamengo, com mais qualidade, passou a encontrar espaços para as investidas com Michael, com passes precisos de Hugo Moura, João Gomes e Pepê. Não fossem as chances perdidas por Thiaguinho, o placar já estaria alterado, mas isso só aconteceu aos 37. Artilheiro nas divisões de base, Rodrigo Muniz subiu mais que a zaga do Macaé em cruzamento de Matheuzinho e cabeceou com força para fazer belo gol e desencantar. Foi o primeiro gol do centroavante com a camisa do Flamengo no time principal. Ele havia feito um gol em seu empréstimo ao Coritiba.

Fla volta do intervalo em ritmo lento

Com a vantagem no placar, o Flamengo passou a administrar o resultado, valorizar a posse de bola e diminuiu o ritmo do jogo. Sem qualidade, o Macaé não oferecia resistência, e o Rubro-Negro vivia noite tranquila no Maracanã. Em todas as vezes que acelerava, o Fla assustava. Aos 11, Thiaguinho girou rápido e bateu forte, mas Milton Raphael fez a defesa. Era a demonstração de força dos meninos do Ninho do Urubu, que não precisaram de muito para sair com a vitória.

Muniz faz mais um

Foram oito jogos até sair o primeiro, mas quando Rodrigo Muniz balançou as redes pela primeira vez, tudo passou a ser mais natural. O camisa 9 coroou sua boa atuação no Maracanã com mais um gol de cabeça no segundo tempo. Aos 20, o centroavante aproveitou lindo cruzamento de Ramon para tirar do goleiro e aumentar o placar para o Flamengo.

Fla administra resultado

Com a vantagem no placar e o jogo já tranquilo, o técnico Maurício Souza usou o jogo para dar mais minutos a jovens como Lázaro, revelação da base do Flamengo. O time passou a administrar o resultado e rodar bastante a bola no meio de campo, esperando espaços do Macaé. Daniel Cabral e Richard, que também entraram no segundo tempo, participaram muito, mas o Fla tirou o pé e só esperou o apito final.

Retirado de: UOL

Publicidade