Tem vaga no Flamengo? Róger Guedes ficará livre no mercado da

11
Tem vaga no Flamengo? Róger Guedes ficará livre no mercado da
Tem vaga no Flamengo? Róger Guedes ficará livre no mercado da
Publicidade

Roger Guedes em ação pelo Shandong Luneng (Foto: Getty Images)

Depois de ser campeão e artilheiro da Copa da China 2020, Róger Guedes se aproxima de deixar o Shandong Luneng, após quase três anos na equipe de Jinan. O atacante de 24 anos, segundo apurou o portal ‘Globo Esporte’, rejeitou proposta de renovação contratual com a equipe chinesa, e as partes iniciam conversa para a quebra do contrato de forma amigável.

Publicidade

Róger Guedes segue no Brasil, mantendo forma física em Criciúma e tentando resolver seu futuro em São Paulo, ao lado do staff encabeçado pelo empresário Paulo Pitombeira. O contrato com o Shandong Luneng vai até julho de 2022. Há obstáculos para o atacante retornar à China, ainda por conta da pandemia da Covid-19, o que fortalece a negociação para rescisão.

O jogador deixou o futebol nacional em junho de 2018, quando era destaque do Atlético-MG, com artilharia momentânea do Campeonato Brasileiro. Ele estava emprestado ao Galo pelo Palmeiras, que o negociou para a China.

No ano passado, Róger chegou a abrir ação judicial contra o Shandong na Fifa, alegando atrasos salariais e com pedido da quebra contratual. A situação foi resolvida com o clube quitando a dívida e a ação sendo retirada dos órgãos disciplinares da entidade, na Suíça. Quando voltou aos campos, Róger Guedes se destacou. Foi campeão e melhor jogador da Copa da China.

O Shandong conseguiu a vaga na Champions Asiática com o troféu. Entretanto, recebeu punição por problemas financeiros e foi excluído do torneio. Este episódio fez com que o Shandong Luneng, no início de fevereiro, planejasse negociar Róger Guedes por empréstimo, inclusive, ao mercado brasileiro.

Se a rescisão contratual de Róger Guedes com o Shandong Luneng for confirmada, ele vira um alvo mais fácil para os clubes nacionais. O atleta, entretanto, precisará topar uma redução salarial diante dos vencimentos altos recebidos no país asiático. A janela brasileira para contratações internacionais está aberta desde 1º de março e vai até maio. O período é essencial para Róger Guedes conseguir retornar, ainda que “livre no mercado”.

Retirado de: Globo Esporte

Publicidade