Valeu, Freguês! Repleto de desfalques, Flamengo vira sobre o Palmeiras sobe na tabela do Brasileirão

380
Publicidade

COLUNA DO FLA: Flamengo e Palmeiras entraram em campo na tarde deste domingo (12), às 16h (horário de Brasília), no Allianz Parque, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com oito desfalques, sendo cinco titulares, o Mengo foi com a força máxima disponível em busca de uma vitória para subir na tabela de classificação. E com grande estilo, de virada, o Rubro-Negro superou o Alviverde e venceu por 3 a 1, entrando no G3 do Brasileirão.

O JOGO:

Publicidade

O jogo já começou ligado no 220w, com pressão dos dois lados. E a mais clara chance de gol foi do Flamengo, aos sete minutos, com Pedro. O atacante estava impedido no lance, mas não conseguiu balançar as redes e teria desperdiçado uma grande oportunidade se estivesse em posição legal.

Com partida lá e cá, aos 16 minutos, saiu o primeiro gol do jogo. Weverton lançou Dudu, que trabalhou com Wesley. O atacante não teve dificuldade para deixar o Isla na saudade e abrir o placar para o Palmeiras. Flamengo 0 x 1 Palmeiras.

Dois minutos depois, GOL DO FLAMENGO! Arrascaeta trabalhou com Pedro, que tocou para Everton Ribeiro. E o camisa 7 cruzou na cabeça de Michael, que só precisou mandar para o fundo do gol. Tudo igual no Allianz. Flamengo 1 a 1 Palmeiras. Após o gol, o Miteiro participou de outra grande jogada e, no contra-ataque, tentou um toque de calcanhar para Pedro, mas parou na zaga adversária.

Aos 23 minutos, Arrascaeta preocupou a torcida do Flamengo. O camisa 14 sentiu dores, passou por atendimento e deixou o campo. O meia foi substituído por Vitinho.

A saída de Arrascaeta pesou muito para o Flamengo, que demorou a se encontrar sem um de seus principais jogadores. E em duelo equilibrado, aos 35 minutos, a partida registrava igualdade em posse de bola: 50% para cada lado. Vale destacar, que enquanto o camisa 14 ainda estava em campo, o Mengo tinha mais posse.

Os últimos 10 minutos da primeira etapa, marcaram o pior momento do Mengo no jogo. O Palmeiras ficava com a bola e encontrava os espaços, mas não conseguia ser efetivo.

Aos 40 minutos, o Flamengo teve boa chance com Vitinho. O camisa 11 dominou na entrada da área e bateu colocado no cantinho de Weverton. Em finalização difícil, a bola tirou tinta da trave de Weverton. Sem mais surpresas, fim de primeiro tempo no Allianz Parque. Flamengo 1 a 1 Palmeiras.

Sem alterações para o segundo tempo, o Flamengo voltou cedendo uma boa oportunidade ao adversário. O Palmeiras teve uma falta perigosa logo no comecinho, mas cobrou na barreira. Na sequência, Dudu trabalhou com Danilo, que bateu colocado, mas a bola foi pela linha de fundo.

O Flamengo não demorou a ‘acordar’ e ficou mais consciente, conseguindo virar o jogo. Aos 11, Vitinho cobrou escanteio na cabeça de Pedro Guilherme, que só precisou estufar as redes. Xô Zica! GOL DO FLAMENGO! Mengo 2 a 1 Palmeiras.

Logo na sequência, o Fla teve outra boa chance, com Michael. O atacante comandou o contra-ataque e driblou os defensores adversários, mas finalizou fraquinho, parando na defefsa de Weverton. Após a chance, alteração no Mengo. Renato Gaúcho tirou Everton Ribeiro para a entrada de Thiago Maia.

Em meados da segunda etapa, substituição tripla no Flamengo: saíram Pedro (com dores), Isla e Andreas para as entradas de Rodinei, Matheuzinho e João Gomes.

O Flamengo cresceu novamente com as substituições e aos 37, GOLAÇO do Mengo! Vitinho recebeu no meio e puxou o contra-ataque, trabalhando com Michael. O camisa 19 entortou Marcos Rocha, deixou o lateral na saudade e balançou as redes de Weverton. GOL DO FLAMENGO! Mengo 3 a 1 Palmeiras.

Na reta final, o Palmeiras tentou pressionar, mas o Flamengo conseguiu administrar bem o adversário. E aos 49 minutos, Zé Rafael foi expulso após entrada violenta em Willian Arão.

Com um time alternativo e cheio de desfalques, o Flamengo foi até o Allianz Parque para superar o Palmeiras. De virada, com gols de Pedro e Michael (2x), o Mengo chegou aos 34 pontos na tabela e assumiu o terceiro lugar do Brasileirão.

Publicidade