Veja o ranking dos clubes há mais tempo sem marcar gol de falta

1003
Veja o ranking dos clubes há mais tempo sem marcar gol de falta
Veja o ranking dos clubes há mais tempo sem marcar gol de falta
Publicidade

Arrascaeta e Everton Ribeiro no Flamengo – Foto: Divulgação

GLOBO ESPORTE: Por Roberto Maleson

Publicidade

O Flamengo completa neste sábado a marca de 1.000 dias sem marcar um gol sequer de falta. Ataque mais poderoso das últimas temporadas, com centenas de gols marcados de várias maneiras, esse tipo de gol ainda não faz parte do repertório da equipe.

O último gol em cobrança de falta foi marcado pelo meia Diego, em 10 de junho de 2018, na vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, pela rodada 11 do Brasileirão de 2018. Desde aquele gol marcado pelo camisa 10, o Flamengo fez incríveis 326 gols. Porém, nenhum de falta.

Em entrevista ao Globo Esporte do dia 12 de dezembro, o comentarista Junior, que fez história com a camisa do Flamengo, reforçou que é preciso mais treinamento para voltar a sair um gol assim.

– Eu acho que precisa treinamento. Lógico que com a quantidade de jogos que o Flamengo tinha, dificilmente, se poderia treinar. Hoje, os preparadores e fisiologistas dizem que pesa muito a perna – ponderou Junior.

O Flamengo tem no seu técnico Rogério Ceni uma fonte de inspiração nas cobranças. Isso porque o ex-goleiro marcou 62 gols de falta dos 131 que fez na carreira. Na sua apresentação como novo treinador do time, Ceni comentou o incômodo jejum.

– Até me estranha para quem viu o Zico fazer gol (de falta) quase toda semana né. Isso é repetição, é movimento, é repetição. Não tem jeito. Não tem outra maneira. Se você não faz a repetição diária realmente fica cada vez mais difícil.

O Flamengo até tentou bastante nas partidas que disputou desde o último gol. Porém, sem sucesso. O Espião Estatístico* analisou todas as finalizações de falta direta do Rubro-Negro, pelo Brasileirão, desde o gol no dia 10 de junho de 2018. No total, foram 73 cobranças. Deste número, apenas 17 tiveram o endereço certo do gol. Isso equivale a 23,3% de cobranças certas. Já as faltas que tocaram na barreira ou foram cortadas por um defensor foram 31 cobranças, ou 42,5%.

Ainda analisando estas 73 cobranças pelo Brasileirão desde o último gol de falta, o time contou com 12 cobradores diferentes. Com 20 tentativas, Vitinho foi quem mais bateu faltas diretas ao gol. Depois, os meias Arrascaeta (17), Diego (16), Everton Ribeiro (7), Paquetá (4) e Gerson (3) também cobraram direto ao gol.

Considerando todos os times da Série A de 2021 mais os quatro rebaixados de 2020, o Flamengo é a equipe que sustenta o maior jejum de dias sem marcar um gol de falta. Quem mais se aproxima da marca do time carioca é o Corinthians. O Alvinegro não marca desde 15 de agosto de 2018 e está há 934 dias sem balançar as redes adversárias de falta.

Desde a data do último gol do Flamengo de falta, outros times desencadearam vários gols de falta no período. É o caso de Santos e Grêmio. Cada um marcou nove gols. Dois jogadores se destacaram desde o dia 10 de junho de 2018: Jean Pyerre e Rafael Vaz. Cada um marcou cinco gols de falta e provaram ter o pé mais calibrado para este tipo de finalização.

Publicidade