“A torcida estava um pouco de saco cheio”; Deyverson relembra passagem e concorda com críticas recebidas no Palmeiras

34
“A torcida estava um pouco de saco cheio”; Deyverson relembra passagem e concorda com críticas recebidas no Palmeiras
“A torcida estava um pouco de saco cheio”; Deyverson relembra passagem e concorda com críticas recebidas no Palmeiras
Publicidade
“A torcida estava um pouco de saco cheio”; Deyverson relembra passagem e concorda com críticas recebidas no Palmeiras
“A torcida estava um pouco de saco cheio”; Deyverson relembra passagem e concorda com críticas recebidas no Palmeiras

Atualmente emprestado ao Alavés, da Espanha, Deyverson foi um dos mais importantes do Palmeiras na conquista do Campeonato Brasileiro de 2018. Sob o comando de Felipão, o atacante teve o seu melhor futebol no time verde e branco, mas não conseguiu repetir o desempenho após o troféu.

Em entrevista ao site Terra, o atacante relembrou a passagem pelo Alviverde e opinou que não soube lidar com a oportunidade de defender um time grande no futebol brasileiro.

Publicidade

“(A passagem) Foi de altos e baixos. No Palmeiras, por culpa minha mesmo, eu me deixei levar pela empolgação, por estar jogando em um clube tão grande no Brasil, onde eu não tinha jogado. Você quer demonstrar tanto e acaba passando dos limites. Eu passei dos limites, fui expulso, algumas coisas que eu fiz e eu me arrependi, tanto que pedi desculpas para a torcida, mas também pedir muita desculpa fica chato. Depois eu tive os meus momentos de glória, Deus me abençoou com o gol do título, comecei a fazer gols”, analisou.

Em outro ponto, o atacante concordou com críticas que vinha sofrendo, mas que tem um grande carinho pelo Verdão: “A torcida estava um pouco de saco cheio, até entendo a parte do torcedor, porque o torcedor é apaixonado. Como eu sempre falei, eu nunca vou entrar em atrito com torcedor, palmeirense é apaixonado, ele vai sempre defender o clube. Ele gosta do jogador, mas o amor dele é o clube. O Palmeiras estará no meu coração. Meu sangue vai ser sempre verde. Eu sou vascaíno, nunca escondi isso, mas o Palmeiras foi quem abriu as portas para mim e tenho o clube bem guardado. Tenho muito carinho pelo Palmeiras e todo mundo que trabalha no clube”, completou.

Atualmente com 26 anos, Deyverson está emprestado ao Alavés até junho de 2021. Já o contrato com o Palmeiras é mais longo, indo até junho de 2022. Em 2019, última passagem pelo Palestra, o atacante marcou oito tentos em 41 jogos.

Retirado de: Palmeiras Web

Publicidade