Reforços do São Paulo ganham maior tempo de preparação com paralisação

5
Reforços do São Paulo ganham maior tempo de preparação com paralisação
Reforços do São Paulo ganham maior tempo de preparação com paralisação
Publicidade
Reforços do São Paulo ganham maior tempo de preparação com paralisação
Reforços do São Paulo ganham maior tempo de preparação com paralisação

GazetaEsportiva: Mesmo sem saber quando voltará a atuar pelo Campeonato Paulista, o São Paulo segue treinando no CT da Barra Funda. A paralisação impede que Hernán Crespo tenha mais experiência na beira do campo neste início de temporada, mas permite que os reforços possam trabalhar com maior tranquilidade antes da estreia.

Enquanto grande parte do elenco recebeu folga entre sábado e segunda-feira, um grupo formado por um número menor de atletas treinou normalmente no sábado e voltará a trabalhar na segunda. Dentre eles, estão as contratações Orejuela e Miranda.

Publicidade

A ideia do Tricolor é que os reforços possam melhorar o condicionamento físico, visto que estão sem ritmo de jogo. A última partida disputada por Orejuela aconteceu no dia 16 de dezembro, ainda pelo Grêmio. Já Miranda não disputa um jogo oficial desde o dia 12 de novembro, quando defendia o Jiangsu Suning, da China.

Os dois jogadores foram contratados para assumir a titularidade em suas respectivas posições. Apesar do longo tempo de inatividade, ambos afirmaram em suas entrevistas de apresentação que estão bem fisicamente, precisando apenas trabalhar no campo para recuperar o ritmo de jogo.

Apesar de ainda não ter sido oficializado como reforço do Tricolor, Benítez treinou com os seus companheiros nos últimos dias. Para que o negócio seja finalizado, o clube do Morumbi precisa se acertar com o Vasco em relação à compensação pela liberação antecipada do meia argentino. A ideia inicial seria emprestar Paulinho Boia aos cariocas, porém o atacante optou por permanecer e ser observado por Crespo.

Publicidade