Sem máscara, Muricy discute com fiscal em praia fechada no litoral de São Paulo

8
Sem máscara, Muricy discute com fiscal em praia fechada no litoral de São Paulo
Sem máscara, Muricy discute com fiscal em praia fechada no litoral de São Paulo
Publicidade

GazetaEsportiva: Pedro Nascimento

Muricy Ramalho teve uma discussão com um fiscal na praia de Riviera, em Bertioga. O coordenador técnico do São Paulo ficou incomodado ao ser obrigado a se retirar e, sem máscara, rebateu rispidamente o profissional que estava garantindo o isolamento do local.

Publicidade

O vídeo no qual Muricy aparece discutindo com o fiscal passou a circular nas redes sociais nesta segunda-feira, porém o episódio ocorreu no domingo. As praias no Estado de São Paulo estão fechadas, por conta da fase vermelha do combate à Covid-19.

À Gazeta Esportiva, Muricy deu a sua versão do ocorrido. De acordo com o coordenador do São Paulo, os moradores de Riviera não foram avisados sobre o fechamento da praia.

“O que aconteceu foi que baixaram um decreto, fechando a praia nesta segunda. Todos os moradores acordaram para fazer exercício, como eu, que preciso fazer exercício para o coração. Começaram a parar todo mundo, mandando a gente sair da praia. Eu disse que teriam que avisar os moradores sobre a antecipação do decreto. Não podem mudar sem avisar as pessoas, só isso. Reclamei e fui para a grama”, explicou.

Muricy também comentou sobre o fato de não estar utilizando máscara durante a discussão com os fiscais na praia.

“Eles têm que avisar, acho que erraram ao não comunicar os moradores. Tirei a máscara porque estava muito cansado e tinha que falar com eles. Reclamei e saí da praia, só isso”, finalizou Muricy.

O São Paulo aguarda a definição do Ministério Público a respeito da continuidade ou não do Campeonato Paulista em meio ao estado crítico da pandemia. O elenco teve folga no domingo e nesta segunda-feira, após a derrota para o Novorizontino.

Publicidade