AGORA: Grêmio ameaça não entrar em campo contra o Flamengo caso haja torcida

81
Renato Gaúcho revela que Flamengo atravessou negociações do Grêmio
Renato Gaúcho revela que Flamengo atravessou negociações do Grêmio
Publicidade

FUTEBOL INTERIOR: O Grêmio resolveu rebater a postura do Flamengo e já avisou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que não entrará em campo em jogo da Copa do Brasil caso o clube carioca receba público. São esperados 24 mil torcedores no Maracanã, na próxima quarta-feira, às 21h30, no Maracanã.

O clube foi orientado pelo jurídico para não entrar em campo caso o Flamengo opte mesmo por colocar torcida no Maracanã. Nesta quarta-feira, o Mengão dispensou uma convocação da CBF para o Conselho Técnico da próxima segunda, que debaterá o retorno de público no estádio.

Publicidade

O Flamengo se baseia em uma decisão da prefeitura do Rio de Janeiro para jogar com torcida em jogos do Brasileirão, da Copa do Brasil e da Libertadores. A postura do clube gaúcho, no entanto, é: “CBF será avisada. Ou somos uma Confederação de Futebol ou não somos nada”.

– A CBF não vai mudar o direcionamento. Se o primeiro jogo foi sem público, o segundo jogo também é. Regra da CBF; Baseado no que a gente recebeu quando a competição começou. Vamos atender a CBF – explicou o vice-jurídico do Grêmio, Nestor Hein.

Em contato com a reportagem do GLOBO, o dirigente ainda ironizou a postura do Flamengo nos temas referentes ao retorno da torcida.

– Flamengo jamais leva em consideração o interesse dos outros clubes. Está em um Olimpo. O Grêmio, antes da reunião, tem a seguinte posição: Igualdade para todos. É o normal. Só o cumprimento das regras – completou.

O jogo por si só não preocupa o Grêmio, que perdeu no Sul por 4 a 0. No entanto, o time gaúcho apela por justiça para todos os clubes do Brasil.

Publicidade